Articles Comments

Site da Lihpe – Liga de Pesquisadores do Espiritismo/Association of Researchers on Spiritism » O que queremos…

O que queremos…

 

 

A partir desta página você irá conhecer um pouco mais da proposta de trabalho da Liga de Pesquisadores do Espiritismo (LIHPE). Proposta que foi motivada pela observação de dados objetivos de nossa realidade.

Pouco conhecemos a respeito do Movimento Espírita seja ele brasileiro ou internacional. O Movimento Espírita ainda carece de um estudo aprofundado de nossas origens. E para começarmos, por exemplo, por que estudar a história?

Tudo se desencadeia harmonicamente na natureza, sempre sob a batuta de um dos pilares doutrinários de nossa Filosofia que é o princípio de causa e efeito. Dizemos que colhemos hoje o que plantamos outrora. A Vulgata Latina nos diz que Historia Magistra Vitae Est. Se a história é a mestra da vida, então para entendermos o que se passa em nosso Movimento Espírita, hoje, necessitamos compreender as lutas que foram empreendidas ontem, as propostas ideológicas, as biografias de valorosos abnegados, as Instituições e suas histórias, os caminhos e descaminhos que por que optamos até hoje. Somente nos debruçando sobre nosso ontem, compreenderemos melhor nosso hoje. A história se faz hoje, com vistas no amanhã, compreendendo nosso ontem.

E foi com essas inquietações que reunimos um grupo de confrades para criar uma LIGA que congregasse historiadores e pesquisadores em 14 estados brasileiros e membros na Áustria, Suécia, Inglaterra, Estados Unidos e Portugal.

Temos como data simbólica da criação da LIHPE o dia 17 de março de 2002.

Preocupados com a preservação de nossa memória e com as condições em que são realizadas essas pesquisas atualmente, buscamos reunir por afinidade, através de uma comunidade virtual, pesquisadores para a troca de informações e ajuda mútua nas diversas áreas de pesquisas.

Buscamos resgatar aspectos históricos de nosso movimento contribuindo desta forma com a discussão científica. Buscamos criar um ambiente de pesquisa científica em várias áreas.

O caráter com que foi concebida a LIGA não é de torna-la uma Instituição formal, nem um grupo de debates. Por isso a LIHPE não possui Diretoria, Estatutos, Sede, Quadro de Sócios, qualquer espécie de comando e nem recolhe contribuições. A LIGA é um cadastro de espíritas dedicados à historiografia e pesquisas em diversas áreas e que se relacionam entre si, trocam experiências, fazem parcerias e se ajudam no desenvolvimento de trabalhos.

A LIGA reúne hoje mais de 150 membros, entre eles alguns autores conhecidos no Movimento Espírita, tais como: Luciano Klein Filho, Sonia Rinaldi, Jáder Sampaio, Agnaldo Cardoso, Eduardo Carvalho Monteiro, Geraldo Campetti Sobrinho, Washington Fernandes, Jorge Damas, Aristides Coelho Neto, João Alberto Fiorini, Napoleão Araújo (in memoriam), Francisco Cajazeiras, David Liesenberg, Rejane Planer, Carlos Alberto Fragoso Guimarães, Sonia Theodoro e vários outros. E, a cada dia novos pesquisadores tornam-se membros efetivos e participativos da LIGA. Temos, como companheiros de trabalho, amigos de algumas Federativas Estaduais, da FEB, do CEI, da USE e temos principalmente abnegados companheiros que labutam por esse ideal prejudicando muitas vezes horas de lazer, descanço e convivência familiar.

A LIHPE tem como principais atividades: o lançamento regular do Anuário Histórico Espírita; parceria com o CCDPE-ECM, onde trabalhamos no sentido de ampliar seu acervo de obras espíritas, teses acadêmicas com temática espírita e organização de Ciclos de Conferências (EnLIHPE´s), produção de pesquisa científica para publicação nos moldes da Coleção Espíritismo na Universidade e demais atividades da Coordenadoria do Centro de Cultura.

O intercâmbio incessante entre pesquisadores e historiadores espíritas, através de reunião plenária virtual que é nossa lista de discussão, é meio facilitador no resgate de informações e elaboração de trabalhos.

Trabalhamos atualmente formando parcerias entre autores para edição de uma Enciclopédia Espírita, que reunirá pesquisas feitas em jornais, revistas, bibliotecas, indexando e desenvolvendo temas que irão todos convergir para uma única obra. Além disso é proposta da LIHPE a criação de um Dicionário de Vultos Espíritas, que possa ser um facilitador para pesquisa. Buscamos contatos internacionais, procurando dar uma dimensão um pouco maior às idéias de intercâmbio que a LIGA se propõe.

Pesquisamos a elaboração de CD com informações técnicas para manuseio, conservação arquivamento de fotos, revistas, livros e documentos. Este trabalho fará parte de campanha nacional e visa auxiliar no desenvolvimento do trabalho de cada Centro de Documentação Histórica que necessite de suporte técnico. Com isso buscamos estimular a formação de novos pesquisadores; desenvolvimento de literatura própria com informações sobre metodologia em historiografia, análise e melhor compilação dos dados levantados durante as pesquisas.

Todo esse trabalho é somente uma pequena contribuição do muito que ainda precisa ser feito para que não nos desviemos dos princípios originais com que nossa Doutrina foi concebida. Você não encontrará em nossas páginas nada pronto. Não há análises defvinitivas. Não há respostas acabadas ou dúvidas esclarecidas. Você encontrará o esforço sincero de resgatar e preservar a história de nosso movimento espírita.

Este trabalho poderá ser ampliado com sua participação. Ajude-nos na labuta de pesquisar, traduzir e digitar textos. Proponha análises. Descubra equívocos. Leve à sua casa espírita a preocupação com a preservação de atas, fotos, documentos, livros antigos e tudo que possa contar um pouco de sua história. Participe de nossas preocupações e ajude-nos a escrever o atual capítulo da história do movimento espírita.

Baseado em texto redigido por Milton B. Piedade

Comments are closed.